Educação

Mesmo com superávit, Prefeitura retira verbas da educação

O repasse no valor de R$ 5,4 milhões será usado para financiar hospital público O projeto de lei que autoriza o repasse de R$ 5,4 milhões da área da educação para a área da saúde, continua gerando debate em Bento Gonçalves. O projeto foi aprovado pelos vereadores na sessão ordinária da última segunda-feira (03), na Câmara Municipal. O principal questionamento se refere a necessidade de retirar verbas da educação, especialmente,

Professores rejeitam possibilidade de greve

Em assembleia virtual, categoria manterá mobilização por ensino remoto até a vacinação Em assembleia digital do Centro de Professores do Estado Rio Grande Sul (Cpers), realizada na tarde de segunda-feira (03), os educadores estaduais decidiram não realizar greve sanitária contra a retomada das aulas presenciais nas escolas estaduais. Ficou definido que irão continuar a mobilização da categoria pela manutenção do ensino remoto. Realizada por meio virtual, a assembleia discutiu a

Retorno às aulas com muito embate jurídico

Governo Estadual e Prefeitura divulgam calendário de volta ao ensino presencial A semana foi marcada por embates jurídicos em relação ao retorno das aulas presenciais no Rio Grande do Sul. Diante das negativas do judiciário, em todos os âmbitos, o Governo do Estado se viu obrigado a alterar de forma profunda o modelo de Distanciamento Controlado para dar viabilidade jurídica no plano de retorno dos alunos às salas de aula.

Sinserp-BG acompanha situação para adotar novas medidas

Cpers diz que mudança no sistema de bandeiras é manobra para burlar a Justiça O governador, Eduardo Leite, confirmou que o Estado sairá da bandeira preta e irá para a vermelha. O motivo principal é a busca da volta às aulas presenciais. Diante dos fatos, o Sindicato dos Servidores Públicos Municipais de Bento Gonçalves (Sindiserp-BG), se manifestou afirmando que sempre estará ao lado dos professores e que a nova situação,

Governo do Estado editará decreto de bandeira vermelha

Decisão ocorre após reunião emergencial convocada pelo governador O governo do Rio Grande do Sul decidiu extinguir a salvaguarda da bandeira preta regional do modelo de distanciamento controlado, nesta terça-feira (27). Na reunião de emergência convocada pelo governador Eduardo Leite, participaram o presidente da Assembleia, Gabriel Souza, o presidente da Famurs, Maneco Hassen, e o prefeito de Porto Alegre, Sebastião Melo. A organização está sob responsabilidade do secretário-chefe da Casa

Governador convoca reunião de emergência para alterar modelo de distanciamento controlado

Eduardo Leite quer plano para permitir retomada das aulas no Estado O governador do Estado, Eduardo Leite, convocou para a manhã desta terça-feira (27) uma reunião para discutir a mudança do modelo de distanciamento controlado, adotado pelo Rio Grande do Sul como forma de organizar ações de combate à covid-19. O sistema estabeleceu bandeiras de diferentes cores, que considera indicadores para classificar regiões com maior ou menor risco em função

Justiça confirma suspensão das aulas no RS

Decisão foi proferida na noite de segunda-feira (27) Por unanimidade, três votos a zero, os desembargadores da 4ª Câmara Cível do Tribunal de Justiça do Estado (TJRS) decidiram não atender a três tentativas de liberação das aulas presenciais no Rio Grande do Sul. Com isso, não está autorizado o retorno da Educação Infantil e do primeiro e segundo anos do Ensino Fundamental às escolas. Com a decisão, a retomada das

Govenador confirma retorno das aulas na segunda-feira (26)

Educação Infantil e anos iniciais do Ensino Fundamental estão autorizados a voltar as atividades nas regiões que adotam a cogestão Em coletiva de imprensa virtual, realizada no final da manhã de hoje (23), com a participação do governador, Eduardo Leite, e a secretária de educação do estado, Raquel Teixeira, foi confirmado o retorno às aulas presenciais. Segundo o Governador, serão tomados todos os protocolos necessários para que a retomada seja

Governo publica decreto que permite a cogestão para a educação na bandeira preta

Atividades presenciais podem ser retomadas nos anos iniciais e cursos livres em municípios com protocolos de bandeira vermelha O governo publicou, em edição extra do Diário Oficial do Estado nesta quinta-feira (22), o Decreto 55.852, que passa a permitir cogestão também para a educação. As atividades presenciais de ensino só poderão ocorrer nas regiões classificadas em bandeira preta quando os protocolos municipais permitirem aplicação das regras da bandeira vermelha para

Judiciário gaúcho mantém suspensão das aulas presencias

Pedido do governo do Estado para reconsiderar decisão judicial foi negada A juíza da 1ª Vara da Fazenda Pública de Porto Alegre (2º Juizado), Cristina Luísa Marquesan da Silva, decidiu manter a suspensão das aulas presenciais no Rio Grande do Sul. A magistrada negou nesta terça-feira (12) pedido do governo do Estado para reconsiderar a suspensão do retorno dos alunos às escolas. No mesmo processo, a Ordem dos Advogados do