Comportamento

Dependência emocional: quando o  outro se torna parte essencial de nós

Colunista: Psicóloga Viviane Tremarin – Pós-graduanda em Terapia Cognitivo-Comportamental A dependência pode ser trabalhada e evitada a partir de um estilo de vida que promova a liberdade psicológica Em Paris tem uma famosa ponte na qual os casais fazem juras de amor eterno e prendem nela um cadeado, jogando a chave no rio, como símbolo de aquele amor será duradouro (nós temos algo semelhante em uma fonte em Gramado). Em

Pare de sabotar seu relacionamento: o ciúme não precisa mais ser o vilão da vida a dois

Colunista: Viviane Tremarin – Psicóloga Pós-graduanda em Terapia Cognitivo-Comportamental  “Como ciumento, sofro quatro vezes: porque sou ciumento, porque me reprovo por sê-lo, porque temo que o meu ciúme magoe o outro e porque me deixo dominar por uma banalidade… sofro por ser excluído, por ser agressivo, por ser louco e por ser normal” – Roland Barthes Ciumento(a), eu? Se desmembrássemos o ciúme em um laboratório químico, a fórmula dele certamente

Para a geração do milênio estabilidade é ter saúde mental

Colunista: Psicóloga Viviane Tremarin – Pós-graduanda em Terapia Cognitivo-Comportamental Eles vêm para salvar e para acabar com o mundo – depende de qual filósofo você busca a opinião. A chamada geração do milênio carrega dois pesos e duas medidas. Sabe millennials, quando a gente avalia que para o bem e para o mal a responsabilidade é colocada em vocês, dá para entender essa pressão que dizem carregar. Ou talvez eu devesse

Relacionamento abusivo: quando o felizes pra sempre não acontece

Colunista: Viviane Tremarin – Pós-graduanda em Terapia Cognitivo-Comportamental Ah, aquele doce sonho que a Disney pintou em nós. O príncipe montado no cavalo branco chega, nos promete mundos e fundos, a gente sonha com a casinha de chão num terreno espaçoso para as crianças correrem e já sabe até em que loja vai comprar a cadeira de balanço para tomar café no fim do dia. Então de repente o príncipe

Saiba quais conselhos dos avós sobre cuidados com os bebês que são questionados pelos médicos

                  O desmame deve ocorrer o quanto antes Frequentemente, os pais jovens acabam ouvindo as histórias de seus parentes mais velhos sobre como, após três meses, devem dar ao bebê gema moída e, depois de quatro meses, alimentar a criança. Mas os médicos nunca dariam esses conselhos. Seguramente não vale a pena introduzir alimentos complementares muito cedo. De acordo com as recomendações

Vírus e a sociedade: pesquisa mostra como as pessoas reagem à pandemia

Um ano depois do surgimento do Sars-CoV-2, pesquisa norueguesa aponta 16 tipos de comportamentos que emergiram nao longo da crise pandêmica. Algumas personalidades negaram a gravidade. Outras foram à janela, aplaudir os profissionais de saúde. Muitos se ofereceram para fazer compras para os mais velhos. E teve quem se aproveitasse da situação, vendendo produtos, como kits de vitaminas, que supostamente protegeriam contra o inimigo comum da sociedade atualmente. Um ano

Quando a preguiça intensa pode ser sintoma de depressão

Um dos sintomas dessa condição é a intensa preguiça, fruto da falta de energia que aqueles que sofrem de depressão conhecem muito bem Apesar de ser uma condição de saúde que infelizmente está em constante crescimento, ainda mais em tempos de covid e bandeira preta, quando as incertezas rondam nossos pensamentos a cada minuto, muitas pessoas ainda não conhecem muito bem os sintomas da depressão, e por isso podem acabar

Quem somos nós pra ‘‘cancelar’’ alguém ?

A moda de ‘cancelar’ pessoas apenas por divergências não é nada moderna Apesar de estar muito em voga por causa do reality BBB esta inquisição moderna da política de cancelamento tanto festejada e estimulada por “influenciadores” atenta contra a liberdade de expressão. Não é de hoje que quem ousa ser voz dissonante é excluído de grupos.O efeito manada provocado pela sensação de pertencimento é reconfortante. Nada melhor do que se

Há retardo mental epidêmico nas redes sociais

Os filósofos Luiz Felipe Pondé e Lúcia Helena Galvão nos fazem refletir quantas Karol Conká temos dentro de nós Pondé criticou duramente o reality BBB e disse recentemente que Karol Conká representa a lado miserável das redes sociais. “No confinamento a cantora está completamente tóxica, abusiva, preconceituosa, manipuladora e vilã.” Pondé, citando a clássica frase do Umberto Eco “Redes sociais deram voz a legião de imbecis”, criticou abertamente o Big

Filósofo avalia que há retardo mental epidêmico:“as redes sociais deram voz aos imbecis”

Pela voz do filósofo Filosofo Luiz Felipe Pondé o reality BBB foi duramente criticado, personificando na pessoa de Karol Conká Já dentro do confinamento está sendo considerada completamente tóxica, abusiva, preconceituosa, manipuladora e a vilã. O filosofo Luiz Felipe Pondé, falou abertamente sobre o Big Brother Brasil, em especial a personagem Karol Conka, que segundo ele representa a lado miserável das redes sociais. O filosofo ainda lembrou da clássica frase