Pesquisa do Censo Agropecuário começou em outubro em Bento Gonçalves

2015-04-10_190211
O censo é realizado até fevereiro de 2018 e deve abranger 1128 estabelecimentos

Neste mês de outubro recenseadores do Instituto Brasileiro de geografia e Estatística (IBGE) começaram a realizar o Censo Agropecuário 2017, em Bento Gonçalves. A pesquisa, que tem por objetivo colher informações de produtores rurais não acontecia desde 2007. O censo é realizado até fevereiro de 2018 e deve abranger cerca de 1128 estabelecimentos comerciais. O coordenador de sub área, Ricardo Bottega, explica sobre a importância da pesquisa.
“O objetivo é levantar informações do setor agropecuário, sobre hectares de uva plantado no município, não só sobre uva, mas de outras culturas também. Em Bento Gonçalves temos cinco recenseadores e cinco supervisores. É importante salientar que todos estão devidamente apresentados com coletes e crachás. As perguntas são realizadas com o Smartphone com o logotipo do IBGE”, explica.
Bottega lembra ainda que está acontecendo o processo de formação de novos recenseadores. “Estamos com vagas para recenseador no posto do IBGE de Bento, e não tem taxa de inscrição e nem prova seletiva”, diz.
A coleta de dados para o Censo Agro 2017 será inteiramente digital, por meio dos Dispositivos Móveis de Coleta (DMCs), que rodam um aplicativo inteiramente desenvolvido pela Diretoria de Informática do IBGE e serão capazes de mostrar a imagem do setor censitário, a posição do recenseador no terreno e os endereços dos estabelecimentos a serem recenseados.

O processo seletivo do IBGE
O IBGE abriu na última segunda-feira, 23, as inscrições do processo seletivo para 1.152 vagas temporárias para o cargo de recenseador. As oportunidades são para atuar no Censo Agropecuário 2017.
O IBGE não fará um concurso para selecionar os trabalhadores. Isso será feito por meio de um processo seletivo, que é uma continuidade da seleção publicada no edital nº 02/2017. Essa selação foi criada especificamente visando suprir as vagas nas UF/áreas de trabalho que tiveram candidatos inscritos em número inferior ao de vagas oferecidas, tiveram a listagem de candidatos aprovados esgotadas ou, ainda, não tiveram candidatos inscritos. O quadro completo com as vagas e localidade não tinha sido divulgado até a última atualização desta reportagem.
Os candidatos devem ter nível fundamental e no mínimo 18 anos. O salário será por produção, calculada por setor censitário, conforme taxa fixada e de conhecimento prévio pelo recenseador, com base nas quantidades de unidades de estabelecimentos agropecuários recenseados. A jornada de trabalho recomendável será de, no mínimo, 25 horas semanais, além da participação integral e obrigatória no treinamento.
Do total das oportunidades, 5% serão reservadas para pessoas com deficiência e 20% para negros.
As inscrições estarão abertas de 23 de outubro a 6 de novembro nos postos de inscrição do IBGE conforme lista divulgada no site www.ibge.gov.br/institucional/trabalhe-conosco.html. Não há cobrança de taxa de inscrição.

A seleção será feita por meio de análise de títulos
A duração do contrato será de até cinco meses. As renovações e/ou rescisões dos contratos estarão condicionadas ao cronograma da operação e aos resultados da avaliação de desempenho do contratado.

Seleções anteriores
Para o Censo Agropecuário 2017, o IBGE abriu dois editais, um para 1.038 vagas temporárias de níveis médio e superior, e outro para 24,9 mil vagas de níveis fundamental e médio.