Kids

Criando os filhos na era das redes sociais: expô-los ou não?

Uma das postagens mais comuns em redes sociais é a de pais que divulgam um gesto fofo dos filhos. Mas, por motivos de segurança, muitos internautas se mostram negativos a isso e alguns optam por não divulgarem o rosto das crianças. Afinal, aparecer ou não deveria ser escolha delas, não? A prática de compartilhar fotos dos filhos nas redes se tornou tão popular que tem até nome: sharenting. O neologismo,

Hora de trocar o filho de escola: como deixar menos impactante?

Motivos fazem os pais optarem por trocarem de escolas, mas cuidados devem ser tomados para não causarem traumas A família pesquisa muito antes de matricular o filho em uma escola, mas, inevitavelmente, às vezes é preciso trocar de instituição de ensino. Podem ser “n” os motivos, como mudança de endereço, não adaptação, redução de gastos (quando a mensalidade fica muito salgada), até mesmo a falta de adaptação da criança. Antes

Lanches para preparar para as crianças

Nós, que cuidamos dos pequenos, oferecemos lanches a eles nos intervalos das rotinas que geralmente são industrializados, como biscoitos, iogurtes e até mesmo bolachas recheadas, claro que alternados com algumas frutas. É comum, diante do pedido das crianças por um doce, cedermos. Mas, vale às vezes resgatar lanches que nos eram oferecidos pelos avós, como gemadas e mingaus, mesmo que hoje saibamos que os quitutes são calóricos e que eles

Ensaio fotográfico mostra recém-nascidas como princesas da Disney

A fotógrafa californiana Karen Marie, mãe de três filhos teve a ideia de fazer um ensaio fotográfico com seis bebês vestidos como princesas da Disney. Ariel, Branca de Neve, Aurora, Cinderela, Bela e Jasmine foram retratadas pelas recém-nascidas. No ramo há 11 anos, Karen comentou que quis fazer esse ensaio, porque as histórias da Disney sempre foram uma parte importante da sua vida.

A chegada de novo bebê pode deixar primogênito agressivo

A chegada do segundo bebê da família é motivo de alegria, e pode ser planejada ou não. O mais difícil de lidar é com o ciúme do primogênito, porque apesar de pedirem um irmão ou irmã, eles podem reagir de modo agressivo. Outros relatos comuns são os pedidos de chupeta e fralda, etapas que já foram deixadas para trás. Para os pequenos, o nascimento de um irmãozinho surge como uma

Banho precisa ser divertido para as mães e para os filhos

A hora do banho é necessária, mas pode se tornar um momento de pesadelo para as mães. Isso porque elas podem sofrer pela resistência de algumas crianças para entrar no chuveiro, e depois para sair, fora o fato do incômodo de passar shampoo. Para amenizar esse cenário e convencer as crianças de que o banho é um hábito de higiene indispensável, importante para a saúde e que fará parte de

Ver muita televisão pode diminuir capacidade de concentração das crianças

A criança que fica muito exposta em frente à televisão pode ter a capacidade de concentração diminuída. Duas horas diárias já são o suficiente para afetar a atenção. Estudos recentes também analisaram a influência dos videogames nos pequenos. Um grupo de pesquisadores da Universidade de Otago, da Nova Zelândia fizeram o estudo através dos efeitos cognitivos a longo prazo das horas passadas diante da televisão na infância. Os resultados indicam

Crianças canhotas podem ser mais precoces na matemática

As crianças canhotas representam 12% da população mundial infantil e, ainda que ao longo da história tenham sido perseguidas ou tachadas inclusive de bruxas, hoje em dia ser canhoto é considerado totalmente normal, e são raros os casos em que os pais tentam reorientar a criança para que escreva com a mão direita. Os pesquisadores não estão de acordo sobre a razão em ser canhoto. Há quem opine que isso

A adolescência dos dois anos

Tudo começa com a criança se jogando no chão com a negativa de um pedido. Depois, vem a desobediência, a vontade de escolher o sapato e a roupa que ela quer. Isso às vezes chega com mordidas e também agressões. Não basta existir a adolescência do período antes de chegar à vida adulta. Os próprios bebês têm a adolescência deles, perto dos dois anos. É porque eles se dão conta

Mesmo que você não tenha filhos, provavelmente já presenciou cenas como: – criança se jogando no chão e gritando porque não recebe o que quer na hora que está pedindo; – criança gritando (e até batendo) nos pais porque não ganharam o que querem, na hora que querem; – criança jogando comida no chão porque não é o que quer comer. Pois esse comportamento é de criança mimada e indica,